fbpx

Eleita pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o “alimento do milênio”, a spirulina é o assunto do nosso post de hoje. 

Você já ouviu falar nesse superalimento? 

Também chamada de ouro verde, a spirulina é uma alga rica em proteína e com potente ação antioxidante que oferece inúmeros benefícios para o organismo humano. 

Seu uso como suplemento alimentar traz ganhos desde a aparência da pele e até na prevenção e tratamento de doenças como o câncer. 

Vamos descobrir mais sobre essa cianobactéria que pode fazer um grande diferencial em nossa saúde?

O que é a spirulina?

A spirulina é uma cianobactéria que está entre os suplementos mais populares do mundo devido ao seu alto potencial de nutrição

Rica em proteínas e completa com todos os aminoácidos essenciais para o nosso organismo, o alimento entrou no radar da OMS que o elegeu como o alimento do milênio.

E não para por aí: a spirulina faz parte, inclusive, da alimentação de astronautas em missões espaciais pela Agência Espacial Americana, a NASA. 

Isso porque a cianobactéria possui grande capacidade nutricional em pequenos volumes e ação imunomoduladora que favorece o sistema imunológico.

Quais os ganhos o uso da spirulina proporciona para nossa saúde?

A spirulina pode fazer um grande diferencial em nossa saúde.

O alimento é rico em proteína: 60 a 70% do peso seco da spirulina é formado por aminoácidos – e ela possui os oito aminoácidos essenciais para o nosso organismo. 

Só por isso, o uso da spirulina já é uma ótima opção. 

Outro alimento rico em aminoácidos essenciais para o nosso corpo é a carne vermelha. A spirulina, porém, possui o dobro de proteína em termos de peso e pode ser uma indicação de suplementação para vegetarianos e veganos

Além disso, a spirulina contém todas as vitaminas do complexo B e minerais – especialmente o potássio e o ferro (maior fonte de ferro no mundo). 

Apesar de ser considerado hoje um alimento, a ação da spirulina vai muito além da nutrição alimentar. 

Ela pode ser usada também como um nutracêutico, pois pode ajudar em algumas patologias. 

Alguns estudos relacionam o uso da cianobactéria ao tratamento da obesidade (pois favorece a quebra das células de gordura e garante saciedade por mais tempo). 

Outros pontos positivos no uso da spirulina são: 

  • Controle do colesterol e diabetes
  • Ação protetora renal (protege os rins durante o uso de antibióticos e quimioterápicos)
  • Aumento da imunidade
  • Ação antiviral. 

Por fim, também se estuda o uso da spirulina como coadjuvante no tratamento contra o câncer.  Devido sua ação antioxidante, ela ajuda a combater os radicais livres e auxilia em processos inflamatórios.

Como consumir?

A spirulina pode ser consumida em cápsula, comprimido ou pó.

A quantidade diária pode variar de 2 a 5 gramas, de acordo com as necessidades de cada pessoa. 

O ideal é que um médico especialista avalie a rotina alimentar e a saúde geral do paciente para recomendar a quantidade correta. 

Não há nada melhor do que cuidar da nossa saúde com uma alimentação equilibrada e responsável. Sempre que possível, opte por adotar superalimentos em sua rotina alimentar. Seu corpo merece todo cuidado.  

Abrir Chat
1
Agende uma consulta no Rio de Janeiro
Agende sua consulta no Rio de Janeiro