fbpx

MMP Booster

O MMP booster é uma técnica utilizada em tratamentos estéticos para a face que proporciona o rejuvenescimento da cútis, além de amenizar problemas como marcas de expressão e pele sem viço. 

A técnica de MMP booster consiste na aplicação de ativos estéreis na pele para promover viço, hidratação, tratar manchas e rugas finas. 

O tratamento terapêutico pode ser realizado na pele, unhas e cabelos, sendo um dos procedimentos mais indicados e realizados nos consultórios dermatológicos. 

O que é MMP?

MMP é uma forma de administração de medicamentos na pele e couro cabeludo, por questões de saúde ou alterações estéticas.

Por meio de uma máquina semelhante à utilizada para fazer tatuagens, a Microfusão de Medicamentos na Pele é uma alternativa rápida para aplicar ativos no exato local de tratamento.

A grande vantagem do procedimento é a ação direta dos medicamentos injetados na pele, uma forma precisa de tratar diversos problemas.

Isso porque, quando ingerido de forma oral, muitas vezes os ativos não chegam em totalidade ao local de tratamento, pois passa por várias partes do organismo.

As soluções em creme também são uma opção de tratamento para a pele, porém em sua maioria não consegue resultados 100% eficazes. Devido a constituição da nossa pele, as soluções e cremes não conseguem atingir camadas mais profundas, o que acaba comprometendo a sua absorção e efetividade.

O MMP booster pode ser usado para várias finalidades e cada uma exigirá a combinação específica de medicamentos. 

Entre os problemas dermatológicos de pele mais tratados com MMP, estão:

  • Melasma
  • Sardas brancas
  • Estrias
  • Rosácea
  • Rugas finas
  • Cicatrizes. 

Como funciona uma sessão de MMP booster?

Apesar de ser um procedimento simples, a MMP deve ser feita sempre por um profissional habilitado, como o médico dermatologista. 

A sessão é rápida, muitas vezes sem necessidade de anestesia, pois o desconforto é leve e bem tolerado pelos pacientes.

Os ativos selecionados são injetados por meio de um aparelho de microagulhas que deslizam sobre a pele em velocidade e profundidade controladas pelo aplicador. 

A ponteira e o número de agulhas também pode ser alterado de acordo com o tratamento que o paciente está realizando. 

O objetivo da sessão é causar pequenas lesões na pele que aumentam a circulação sanguínea e estimula o organismo na regeneração da pele. 

No caso do tratamento MMP capilar, o procedimento busca o estímulo para o crescimento de novos fios de cabelo e o controle da queda.

MMP para melasma

Um dos grandes motivos que leva pacientes ao tratamento de MMP booster é o melasma e as manchas brancas ( sardas brancas ou leucodermia gutata).

Neste caso, além de promover o rejuvenescimento os medicamentos utilizados (injeção de vitamina C, ácidos clareadores, ácido hialurônico, substâncias anti inflamatórias) servem para tratar  a alteração da  pigmentação da pele.  

Quais as vantagens desse tratamento?

A principal vantagem do MMP booster é a garantia de que as medicações aplicadas vão chegar à região tratada e agir diretamente ali. 

Seja na pele ou no couro cabeludo, o tratamento de Microfusão de Medicamentos na Pele é uma alternativa para quem não deseja recorrer à intervenções cirúrgicas. 

Além disso, o procedimento diminui as chances de efeitos colaterais se comparado aos remédios usados de via oral.

No entanto, vale lembrar que é importante que o paciente faça uma consulta antes de iniciar o tratamento, uma vez que é preciso investigar possíveis alergias ou contraindicações ao uso de alguma medicação. 

Mesmo que a absorção dos ativos por outros órgãos seja pequena, ela pode ocorrer e é melhor que seja prevenido para evitar reações indesejadas.

Outros benefícios do tratamento é a possibilidade de controlar a quantidade de produto injetado direto na pele do paciente, sem receio de que parte dele não seja absorvido. Assim como as perfurações feitas pelo aparelho que causa estímulos e reações biológicas.

Contra indicações da MMP booster


Assim como todo tratamento estético, a técnica de MMP booster deve ser indicada por um profissional habilitado que saiba qual o procedimento ideal em seu quadro.
Em geral, a Microfusão não é proibida para nenhum paciente, mas é imprescindível que uma possível intolerância ao medicamento seja identificado antes da aplicação.
Para isto, é importante que você realize uma consulta com o dermatologista para um diagnóstico individual.
Além de estudar o melhor procedimento estético para o seu caso, a principal causa do problema poderá ser investigada por meio de exames laboratoriais e dermatológicos.
Se você sofre com algum dos casos apresentados acima, marque uma consulta avaliativa. Será um prazer atendê-lo e descobrir como ajudá-lo.
Abraços,
Dra. Larissa Oliveira. 

 

Abrir Chat
1
Agende uma consulta no Rio de Janeiro
Agende sua consulta no Rio de Janeiro