fbpx

Lasers Fracionados

Os tratamentos com lasers fracionados são uma das opções mais modernas para suavizar o envelhecimento cutâneo, tratando rugas e flacidez, decorrentes da idade, assim como cicatrizes, estrias e manchas. 

Com uma tecnologia avançada, o procedimento estético é indicado para tratamentos de pele na região facial e corporal de forma segura e, em sua maioria, com resultados eficazes.

O que são lasers fracionados?

Lasers fracionados são uma alternativa para tratar sinais de envelhecimento da pele como rugas de expressão e flacidez, assim como cicatrizes, melasmas e estrias. 

O grande objetivo do tratamento é o rejuvenescimento da pele por meio do uso de lasers, que podem ser ablativos ou não ablativos. 

Os equipamentos de lasers fracionados produzem radiação eletromagnética que podem ser usadas para várias finalidades e em diversas áreas do corpo.

Uma vantagem da tecnologia é que a energia atinge apenas a área que deve ser tratada, promovendo modificações físicas, químicas ou biológicas. 

Diferente do laser tradicional que, apesar dos bons resultados, tem ação sobre toda a pele e oferece uma recuperação mais lenta, os lasers fracionados agem em micropontos da pele que precisam de tratamento sem prejudicar outras áreas, minimizando a recuperação. 

Lasers fracionados não ablativos X ablativos

Existem dois tipos de lasers fracionados que podem ser usados em tratamentos estéticos: laser fracionado não ablativo e laser fracionado ablativo. 

O primeiro tipo atua na área tratada de forma seletiva, atingindo apenas as camadas profundas da pele, sem lesionar a parte superficial. 

A técnica é usada especialmente para estimular a produção de colágeno, por meio da contração das fibras elásticas. Também é eficaz no tratamento de rugas, estrias, cicatrizes, manchas e poros dilatados. 

A recuperação nesses casos é rápida, já que não ocorre a formação de crostas ou feridas, sem dano algum à cútis superficial.

Já os lasers fracionados ablativos (CO2 / Erbium) penetram de forma profunda para uma renovação mais intensa das camadas da pele. 

Por ser um procedimento mais agressivo, é comum aparecer crostas na superfície da região tratada, pois o laser fracionado ablativo produz dano à primeira camada da pele. 

Em quais casos o procedimento é indicado?

Tratamentos com lasers fracionados podem ser feitos por homens e mulheres, de pele clara ou escura, em qualquer estação do ano. 

No entanto, é importante que a área tratada não fique exposta ao sol diretamente por, no mínimo, quinze dias. 

Em geral, o procedimento é indicado nos seguintes quadros:

  • Tratamento de rugas e linhas de expressão
  • Manchas e melasmas
  • Cicatrizes de acne ou pós-cirúrgicas
  • Estrias brancas e vermelhas
  • Poros dilatados
  • Peeling a laser
  • Rejuvenescimento da face, colo, pescoço e mãos. 

Como funciona sessões de lasers fracionados?

Os aparelhos de lasers fracionados atuam por meio de microperfurações na pele para que a radiação atinja a profundidade e local. 

O procedimento estimula a fototermólise fracionada, ou seja, aquecimento de alguns pontos da pele, cercados por regiões não tratadas.

Um dos benefícios do procedimento é que a ação é feita apenas nos pontos de foco, sem dano às outras áreas, proporcionando uma recuperação breve.

O tempo de tratamento, assim como o período de recuperação e os resultados dependem da região e motivo do tratamento. 

Normalmente, após a primeira sessão já é possível notar melhoras na estética e saúde da pele.

Em pacientes com sensibilidade maior à dor, pomadas anestésicas, bloqueios infiltrativos, medicações via oral e até equipamentos de resfriamento da pele podem ser utilizados para que o procedimento seja mais confortável. 

Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões de lasers fracionados depende do problema de cada paciente. Normalmente, o recomendado por dermatologistas é um mínimo de três sessões, porém a quantidade ideal só pode ser dita depois da avaliação clínica do quadro.

Independente do número, o intervalo entre as sessões deve ser de no mínimo trinta dias, podendo ser mais espaçado dependendo da causa e tratamento. 

Quais as contraindicações do tratamento?

  • Gestantes
  • Pacientes com sensibilidade à luz 
  • Pacientes com doenças autoimunes, como lúpus eritematoso
  • Pacientes com herpes na área de tratamento
  • Pacientes submetidos a tratamentos imunossupressor, como quimioterapia ou radioterapia
  •  Pacientes em tratamento com isotretinoína oral

Quando os resultados aparecem?

Os resultados de tratamentos com lasers fracionados são graduais, sendo perceptíveis a médio longo prazo. 

Por ser um procedimento que estimula a produção de colágeno, para que diferenças na pele sejam notadas pode levar alguns meses após o período de tratamento. 

Alguns fatores individuais do paciente como idade, metabolismo e hábitos como tabagismo, exposição solar excessiva, má alimentação podem retardar o processo.

Além disso, não é possível dizer definitivamente quais resultados o paciente irá conseguir por meio de lasers fracionados, pois cada organismo irá responder de uma forma. Em geral, porém, o resultado é satisfatório. 

Se você ainda possui alguma dúvida sobre o procedimento, entre em contato para uma consulta avaliativa. Será um prazer analisar seu caso para encontrarmos a melhor solução para o seu problema. 

Abraços,

Dra. Larissa Oliveira. 

Abrir Chat
1
Agende uma consulta no Rio de Janeiro
Agende sua consulta no Rio de Janeiro