fbpx

A influência do estilo de vida de uma pessoa em seu processo de envelhecimento é uma temática muito estudada no campo da medicina. 

Em uma sociedade em que a expectativa de vida está cada vez maior, discutir a qualidade de vida tornou-se fundamental. Afinal, como os hábitos que levamos durante os anos podem comprometer a nossa longevidade?  

Uma pesquisa publicada no periódico médico britânico BMJ apresentou conclusões que comprovam essa relação, mostrando como as escolhas que fazemos durante a vida podem interferir na forma como cada um envelhecerá.

Estilo de vida x envelhecimento: como funciona essa relação?

O envelhecimento é um processo natural de todo ser humano que não pode ser evitado. 

A escolha de como envelhecer, porém, é algo que pode ser definida de acordo com os hábitos que adotamos durante a vida. 

Se a velhice é algo inevitável, a preocupação das pessoas tem sido passar por esse período com mais qualidade e menos limitações

Com os avanços da medicina, assim como as opções mais abrangentes de estilos de vida, alcançar uma velhice saudável é não somente possível como necessário. 

O estudo publicado no periódico BMJ, assinado por 13 pesquisadores, comprovou que boas escolhas durante a vida aumentam não apenas os anos de vida, mas também afastam a possibilidade de desencadear algumas doenças. 

“Os resultados sugerem que a promoção de um estilo de vida saudável, ajudaria a diminuir os custos da saúde por meio da redução do risco de aquisição de várias doenças crônicas (…) e aumentaria a expectativa de vida sem doenças”, explicam. 

Mas quais seriam os hábitos saudáveis responsáveis por aumentar tempo sem doenças em até 10 anos, segundo a pesquisa?  

Quais hábitos saudáveis são fundamentais para a longevidade?

De acordo com a pesquisa, alguns hábitos fundamentais para afastar doenças e aumentar a qualidade de vida, são: 

Manter uma alimentação balanceada

Um dos pontos utilizados durante o estudo é a alimentação saudável. 

Alimentar-se de forma balanceada ajuda não somente a garantir uma boa saúde física, como evita o envelhecimento precoce e algumas doenças, como diabetes e obesidade. 

Alimentos industrializados devem ser evitados por quem deseja uma velhice saudável, pois contém aditivos químicos nocivos. 

O recomendado é controlar o consumo de carboidratos e consumir alimentos ricos de antioxidantes, pois ajudam no controle da ação de radicais livres e substâncias tóxicas no organismo. 

Praticar atividade física

Exercícios físicos ajudam a controlar o peso, melhorar o humor, estimular a atividade cerebral e preservar a massa muscular.

 Quando praticados regularmente, diminuem o risco de queda (muito comum durante o envelhecimento), e aumentam a autonomia de idoso mesmo com o avanço da idade.  

Evitar o tabagismo

São cerca de 5.000 substâncias nocivas presentes na composição do cigarro, algumas diretamente relacionadas com a causa de doenças como câncer, problemas cardiovasculares e infecções pulmonares.  

Evitar o tabagismo não só reduz as chances do aparecimento de doenças como garante um envelhecimento saudável e natural, evitando os sintomas da velhice precoce. 

Consumir bebidas alcoólicas moderadamente

O abuso de bebidas alcoólicas trazem inúmeros prejuízos para a saúde física e mental, especialmente em idosos, que podem vir a sofrer desde fraturas derivadas de quedas à perda de memória. 

A bebida, para quem deseja um envelhecimento saudável deve ser consumida com cautela. 

Controlar o índice de massa corporal

A obesidade é uma doença crônica crônica que oferece riscos graves para a saúde. Ligada à inúmeras outras doenças, o excesso de peso durante a terceira idade é ainda mais perigoso: pode favorecer infartos e AVC’s devido ao aumento do colesterol, agravar quadros de doenças mentais, aumentar o risco de diabetes e hipertensão. 

Por isso, manter o índice de Massa Corporal (IMC) controlado é um fator importante para um envelhecimento saudável e livre de doenças. 

Segundo os pesquisadores, mulheres que adotaram quatro entre os cinco critérios de vida saudável acima tiveram uma expectativa de vida sem doenças de 10 anos a mais de mulheres que não seguiam nenhum dos fatores. 

Entre os homens, os hábitos saudáveis prolongou o tempo sem doenças cerca de 8 anos.

Portanto, podemos concluir que quanto melhores forem nossos hábitos de vida, menores serão os problemas de saúde enfrentados no futuro

Se vamos viver por mais anos que seja com qualidade e autonomia! 

Abrir Chat
1
Agende uma consulta no Rio de Janeiro
Agende sua consulta no Rio de Janeiro